Quais as maiores causas do mau hálito

Beijar alguém que esteja com sabor de carne ou mau hálito não é nada agradável, assim como conversar próximo com alguém e logo sentir aquele odor nada agradável. Contudo, você foge ao máximo de pessoas com, mau hálito, mas você já se certificou de que está livre deste mal? Este problema também conhecido como halitose atormenta muitas pessoas, sendo que é possível encontrar pessoas que não sofrem com o mau hálito e se preocupam de forma exagerada com o seu hálito, enquanto a grande parte das pessoas que possuem mau hálito nem suspeitam do fato. Contudo, você já se questionou quais são as causas do mau hálito? De acordo com dentistas, existem mais de 40 causas diferentes para o mau hálito, e para seu maior conhecimento e informação sobre o assunto, lhe apresentaremos os mais comuns e que necessitam de maiores cuidados e atenção. Segundo pesquisas, mais de 80% dos casos de mau hálito se origina na própria boca, isto é, o mau odor é causado pela ação da flora bacteriana natural da orofaringe sobre os alimentos ingeridos. Para se ter uma ideia, o ser humano possui mais de 600 tipos de bactérias na boca, sendo a grande maioria delas capazes de realizar a produção de gases com odor por causa da metabolização de matérias orgânicos, sobretudo, as proteínas.

Quais as maiores causas do mau hálito

Existem dois pontos críticos para o mau hálito, o acúmulo de bactérias entre os dentes e na região posterior da língua próximo da faringe, assim o odor da halitose é resultante da produção de gases por estas bactérias que surgem após a metabolização de alimentos que ficam depositados nestas regiões. Como é previsível, quanto menor é a higiene bucal, mais dendritos alimentares permanecem na cavidade oral e pior é o odor. Algo que também favorece o aparecimento da halitose são inflamações como periodontires e gengitives. Muitos não sabem, mas a saliva é um antisséptico natural da boca, a qual possui substâncias antibacterianas que auxiliam no enxágue da orofaringe, reduzindo os resíduos de bactérias e alimentos, ou seja, quando mais ressecada encontra-se a boca, pior é o mau hálito. A saburra lingual ou língua saburrosa é provocada por uma placa esbranquiçadas de bactérias e células descamadas que se aderem à língua, sendo esta geralmente o grande responsável pelo mau hálito. A saburra surge quando há uma má hidratação da cavidade oral, normalmente por falta de saliva ou por uma má escovação da língua, além de outros fatores que contribuem para o seu aparecimento, como dormir de boca aberta, uso de aparelhos ortodônticos e uso de antissépticos bucais com álcool.
Desta forma, beber bastante água e escovar bem a língua são simples atitudes que poderão fazer com que a incidência de saburra seja reduzida, consequentemente, o mau hálito também. Além disso, outro fator que pode favorecer o mau hálito da boca são as amígdalas, isto é, pessoas com amigdalite de repetição apresentam pequenas criptas que acumulam restos alimentares e células de infecções antigas. Por este motivo, um mau hálito que surge repentinamente pode ter como causa faringite ou amigdalite em desenvolvimento, algo que acontece especialmente nas crianças. Outro problema que pode resultar em mau hálito é o nariz, isto é, a existência de gotejamento pós-nasal causado pela sinusite pode levar o acúmulo de substâncias mal cheirosas na base da língua.


A halitose muito comum e que é normalmente passageira é aquela que ocorre quando acordamos, a qual ocorre por dois fatores: dormir de boca aberta que resulta no ressecamento da boca e o jejum. Este último faz com que o corpo fique aproximadamente 10 horas sem a ingestão de algum alimento, e como não mais é ingerido, o organismo passa a queimar gorduras que faz com que a produção de corpos cetônicos, substâncias de odor forte que são eliminadas pelos pulmões. Você pode não perceber, mas toda vez que está com fome ou encontra-se em longos períodos em jejum você está com mau hálito, problema este fácil de corrigir, basta comer. Quanto ao tratamento do mau hálito este é indicado pelo dentista, sendo que para os casos que têm origem na boca, o paciente é encaminhado para um especialista, ou seja, para um otorrinolaringologista para tratar amigdalas, nariz ou faringe que resulte em halitose.
Confira algumas dicas podem ajudar a combater o mau hálito:
-Ter uma higiene bucal adequada
-Fazer o uso de fio dental
-Visitar o dentista regularmente
-Fazer gargarejos com antissépticos orais, sobretudo, à noite
-Escovar sempre e muito bem a língua
-Ingerir sempre boa quantidade de líquidos
-Faça o consumo de balas e chicletes sem açúcar que auxiliam na salivação da boca.
-Evitar o consumo de café, cigarro e álcool
-Evitar longos períodos de jejum
-Alimentar-se bem no café da manhã e ter um almoço pequeno.

Compartilhe no Google Plus

Sobre Cristiano Nascimento

Cristiano Nascimento é Empreendedor Digital, formado em Processos Gerenciais, Especialista em Gestão Empresarial e Marketing Digital. Sócio da Casa Cheff Alimentos. Participa do site Fotos Facebook e das Fanpages Frases de Camisetas, Chapecoense e Mensagens de Parabéns. Siga e curta no Twitter, Instagram, Facebook, Youtube e Google+.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comentários :

Postar um comentário

» NÃO faça comentários ofensivos;
» Faça apenas comentários RELATIVOS ao assunto do artigo;
» NÃO faça conversas nos comentários;
» É PROIBIDO usar links desnecessários, para isso comente usando OpenID;
» Os comentários são VERIFICADOS, para garantir que não seja violada as regras acima;