Quais São as Profissões Mais Promissoras no Futuro

Quais São as Profissões do Futuro A Incerteza na Hora de Escolher uma profissão ou uma Faculdade é Grande na Maioria dos Adolescentes, que tem que pensar, analisar e escolher.
O CSNDicas Já Publicou um Artigo Sobre as Profissões mais Bem pagas do Brasil e o Teste Vocacional para Auxiliar nessa Escolha.
Dessa vez O Diretor do IEAT (Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares), Carlos Antônio Leite Brandão, realizou uma pesquisa com as oitenta profissões mais promissoras no futuro.
Essa pesquisa virou referência para consultas de estudantes de ensino de nível médio, estudantes que não tem uma idéia definida do que querem fazer no futuro.
A Fundação Getúlio Vargas também já havia elaborado uma pesquisa parecida, com base no ano de 2015, com o apoio do SEBRAE, órgão direcionado as micros e pequenas empresas.
A Infomoney foi além e divulgou as profissões mais procuradas:
1 – Diretor Financeiro – Especialistas em gerenciar riscos, esses profissionais são fundamentais em crises constantes, como é o caso do Brasil.
2 – Diretor Tributário – Sem nenhuma surpresa, num país com altas cargas de impostos como o Brasil, onde a burocracia reina absoluta, a presença do Diretor tributário se faz necessária.
3 – Profissionais da área jurídica – Cerca de cinquenta por cento dos problemas de uma empresa, em minha modesta opinião, estão relacionados a processos e ao sistema extremamente burocrático. Advogados especializados podem evitar que empresas caiam nessas armadilhas.
4 – Controller (controladoria) – Back Office, este profissional está ligado a todos os departamentos administrativos da empresa. Estrategicamente podem adquirir uma maior importância em algumas empresas, quando realizam o trabalho de coleta e organização de dados, para a administração: Balanços, relatórios, demonstrativos. Constitui um centro de dados da empresa, inclusive dados fora do controle específico da contabilidade ou Financeira.
5 – Diretor de RH – Muitas empresas ainda não cairam na real, não aceitaram o fato de, ha muito tempo, a Gestão de Recursos Humanos ter adquirido tamanha importância na empresa. A qualidade do quadro de pessoal, a maneira como os trata, atrai e retém talentos em uma empresa, especialmente em épocas de crise, pode decidir entre o sucesso e o fracasso de uma corporação.
6 – Vendas/Marketing – Na década passada, este foi um dos setores mais importantes de uma empresa, continua de extrema importância.
8 – TI (Tecnologia da Informação) – Com o avanço da tecnologia, não há mais desculpa para nada, pode-se avaliar um bom profissional com os recursos modernos, o jeitinho brasileiro para aqui. Oaumento de produtividade nesta área foi muito grande.
9 – Analista de riscos de bancos – Mais uma profissão que ganhou relevância com as crises.
10 – Engenharia – Nos próximos dez anos, o Brasil estará aquecido nesta área, com ou sem crise, graças, entre outros, ao PAC, Programa de Aceleração do Crescimento, e da indústria petrolífera. Desenvolvedor de produtos para baratear os custos, fecha as vantagens.
A Federação da Indústria de Rio também elaborou uma pesquisa baseada no ano de 2015.
Esta pesquisa identifica as primeiras surpresas, a primeira delas é a falta de mão-de-obra especializada, a outra surpresa foi o fato da perda da relevância da Universidade, como fator obrigatório.
Entre as dez, seis são de nível técnico. Veja a lista:
1 – Engenheiro de Petróleo.
2 – Engenheiro Ambiental.
3 – Técnicos em Produção (qualidade e conservação de alimentos).
4 – Ajudantes de obras civis.
5 – Analista de Sistemas Computacionais (TI).
6 – Trabalhadores da fabricação de cerâmica estrutural para construção.
7 – Técnicos de Produção de indústria químicas, petro químicas, refino de petróleo, gás e afins.
8 – Técnicos em fabricação de produtos plásticos de borracha.
9 – Técnicos florestais.
10 – Técnicos em manipulação farmacêutica.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Cristiano Nascimento

Cristiano Nascimento é Empreendedor Digital, formado em Processos Gerenciais, Especialista em Gestão Empresarial e Marketing Digital. Sócio da Casa Cheff Alimentos. Participa do site Fotos Facebook e das Fanpages Frases de Camisetas, Chapecoense e Mensagens de Parabéns. Siga e curta no Twitter, Instagram, Facebook, Youtube e Google+.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 Comentários :

  1. muito legal a lista, acho que vou seguir direito tributário.

    ResponderExcluir
  2. é sim o bom disso tudo é que vão se estressar é nos profissionais da Ed. Física estaremos esperando por eles o futuro dele tb é nosso

    ResponderExcluir
  3. Dou graças a Deus por essas pesquisas que direcionam as pessoas para universidades sem relevância. É engraçado ver coisas como diretor fiananceiro e tributário como se qualquer um que quisesse chegaria a esse emprego. Enfim para se chegar nesse patamar você tem que estudar muito antes de se formar, fazer uma boa faculdade, uma boa pós, além de ter outras línguas e claro conhecer alguém dentro da empresa, para assim galgar no mínimo 15 anos, até chegar ao cargo de nivel de diretor fianceiro ou juridico.
    Enquanto isso nas engenharias vemos o crescimento da ambiental (o maior arrependimento dos formandos) e claro a de petróleo que é a futuro engenharia de produção(um dia vão descobrir que é inutil, como descobriram com a de produção, e só vai restar tirar o lugar de administradores e economistas no mercado).
    Enquanto isso foi ignorado as engenharias que são mais dificeis mas que empregam mais como engenharia civil, mecânica, elétrica.
    Falo isso por conhecimento de causa, lutei muito para me formar em engenharia mecânica em uma faculdade federal, mas hoje trabalho em uma
    ótima empresa, e ganho 7 vezes mais do que meus amigos que se formaram em direito e administração, agora imagine se eu comparasse com um formando em TI....

    ResponderExcluir

» NÃO faça comentários ofensivos;
» Faça apenas comentários RELATIVOS ao assunto do artigo;
» NÃO faça conversas nos comentários;
» É PROIBIDO usar links desnecessários, para isso comente usando OpenID;
» Os comentários são VERIFICADOS, para garantir que não seja violada as regras acima;